Iluminação que NÃO cheira bem

>> quinta-feira, 14 de agosto de 2008



As lâmpadas do povoado de Thiruneermalai , Índia, são acesas graças aos excrementos de sua população. Segundo conta a National Geographic, o dejeto humano é coletado e armazenado numa planta, onde depois é produzido o gás metano.

Posteriormente, este gás é levado a uma usina e transformado em energia elétrica. Assim, todos em Thiruneermalai têm luz a base de cocô. Deste projeto participam 240 casas, todos desejosos de doar seus excrementos em prol de uma noite bem iluminada.

O processo produz 3 mil watts de eletricidade diária, potência suficiente para manter às casas iluminadas todas as noites. O bio-gás produzido pela planta é inodoro, por sorte dos habitantes de Thiruneermalai.

- "Apesar de minha casa estar localizada bem próxima da usina, não há cheiro e nem contaminação", assegura uma habitante do povoado aos jornalistas da National Geographic.

Tal é o sucesso do projeto no município, que agora estão considerando a possibilidade de usar dejetos de animais (sim, cocô de cães e similares) para conseguir mais gás metano e assim ter mais luzes acesas as noites. Como podem notar: um escatológico exemplo a seguir.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Intense Debate Comments

About This Blog

Lorem Ipsum